Sunday, January 17, 2010

Macarrão com garfo e colher

Nem sempre sei como me comportar diante das perguntas de estranhos. Procuro ser diplomático na minha sinceridade, pois o interlocutor pode acreditar no oposto das minhas convicções. Mas sou sempre sincero. A questão de hoje responde às pessoas que me perguntaram nesses dez anos de Itália, qual a maneira correta para se usar a colher quando se come macarrão.

Não sou adepto de regras de etiquetas, mas procuro não parecer um troglodita quando à mesa. Pizza com a mão? Depende da ocasião. Já com o frango prefiro não engordurar meus dedos (é uma preferência pessoal) e uso com destreza garfo e faca. Por outro lado evito o uso da faca em tudo o que possa ser porcionado com o garfo. Uma coisa me incomoda: o barulho dos talheres agredindo a porcelana dos pratos; se estiver sozinho, não vai haver qualquer rumor que identifique o momento do meu almoço. Ou seja, acredito que estilo não depende de regras escritas por sabe-se lá quem, mas um mínimo de civilidade e educação não chegam a torturar ninguém.

Existem pessoas que usam o guardanapo como babador, que nada tem a ver com os aventais que alguns restaurantes oferecem aos clientes, mas é sempre uma questão pessoal, cada vez mais rara. Se o garfo for usado com calma e à altura do prato – e não meio metro acima – é possível enrolar o macarrão sem respingar molho por toda a mesa, tornando inútil o uso do babador. Cortar o macarrão em pedaços também não tem muito sentido, já que a opção de massas existentes inclui diversos tipos curtos. As massas com cavidades, curvas e com superfícies ásperas ou rugosas se adaptam melhor aos molhos; já os tipos longos (spaghetti, linguine, tagliatelle, etc.) podem ser consumidos com molhos, verduras e frutos de mar. Existe, ainda, a opção da pasta in brodo: Pastasciutta é toda massa com molhos, frutos do mar, pura e quase todo tipo de massa consumida diariamente. Já a pasta in brodo é a massa recheada (cappelletti, ravioli, etc.), de dimensão ligeiramente inferior à normal, servida em prato fundo e com uma abundante quantidade de brodo. A receita do broto escrevi em outra carta, mas trata-se de um caldo ralo obtido através do cozimento de verduras, temperos e carnes. Ou um cubinho de caldo Knnor dissolvido em uma panela d’água. No caso da pasta in brodo, e somente neste caso, usa-se a colher. Em qualquer outra situação, a colher será reservada para servir o queijo ralado e o molho, se for o caso.

Há dez anos, quando chegamos na Itália, dizia-se que só os romanos comiam macarrão com garfo e colher. Por mais paradoxal que possa parecer, o romano é visto como o caipira da Itália. Quando estivemos em Roma não vimos ninguém usando garfo e colher para comer macarrão e acredito que mesmo lá o uso da colher tenha sido abolido. Diplomacia à parte, se você usa babador para comer macarrão, pode usar a colher para comer a sua macarronada ou cortá-la em pedacinhos. Ninguém vai achar estranho.
.

23 comments:

Milton Ribeiro said...

Eu gosto de uma colher para ajudar. Mas sou muito desajeitado...

myra said...

eu como sem colher, mas a verdade é que acho que colher ajuda:)))
um grande abraço de Domingo

evipensieri said...

Nem sei como se faz para comer macarrão com colher.
Já o babador o meu pai ainda usa de vez em quando. Mas só em casa ...

Bjs.
Elvira

denise rangel said...

Allan,
Penso que bom senso e educação são mais eficazes que regras de etiquetas, às vezes tão estranhas. Gosto de usar garfo e faca, esta, para ajudar a enrolar o macarrão. Mas não me importaria nem um pouco se alguém reparasse meu jeito de comer, aliás, ir a um restaurante para reparar os outros já é, em si, uma falta de educação.

abraço, garoto

Lili Detoni said...

Mais uma vez, aqui estou eu para comentar sua postagem (que eu adoro!) e contar o que senti ao comer macarrão na Itália. Eu, na verdade, não me incomodei com o spaguetti, pois não usei a colher e me saí muito bem. Não me preocupei com a etiqueta, pois estava tão feliz, realizando meu sonho, que nem me lembrei se usar a colher seria indispensável ou não. O que importa, mesmo, é que estive aí e adorei tudo o que vi e conheci! Espero voltar em breve, amigo, e, quem sabe, conhecer vc e sua família e (porque não?), comermos uma maravilhosa macarronada!
Tenha uma linda semana!

Lunna said...

Aprendi a comer o macarrão com garfo e colher com minha mamma, mas aprendi com mio nono a enrolar o macarrão no prato. Gosto mais da segunda opção, sei lá, quando criança parecia mais divertido e ficou essas sensação em mim. Se livrar? Nem pensar...
Meu caro Allan, estava com saudades daqui, perdoe-me pela demora em aparecer, mas estive naquela fase (eu tenho muitas fases - rs) de ausência. Não queria ler absolutamente nada, precisava disso e agora estou voltando aos poucos e e lendo os amigos na lentidão que minha alma necessita nesse momento.
Bacio en tuo cuore.

maray said...

além do barulho dos talheres no prato, existe o barulho do povo que come spaguetti como "a dama e o vagabundo", lembra? Vai enrolando, bem barulhento e no fim fica um rastro de molho na boca e arredores...aquele filme podia ser romantico e coisa e tal, mas prestou um desserviço às criancinhas que o assistiram, futuros comedores de macarrão ;)

Luma Rosa said...

Macarrão não se corta! Até acho que dificulta na hora de comer. Colher, jamais! Uma monte de gente que acha que está abafando comendo macarrão com a colher e na verdade está cometendo um faux pas. Fazemos vista grossa e esta só continua como alternativa para os desinformados. Restaurantes oferecem ou por desconhecimento ou por acharem que os visitantes é que desconhecem a regrinha. Enfim, old habbits die hard. Ah, e pior que barulho de talher, é o barulho que algumas pessoas fazem para comer! Molho então! :( Boa semana! Beijus,

Maria Augusta said...

As regras de etiqueta são de matar e o pior é que cada país tem as suas. Não uso colher para o spaghetti, mas enrolo no prato. Mas quando estou "à vontade" em casa gosto mesmo é de comer frango com a mão (aqui é feio) e como bem devagarinho, fico horas na mesa. De qualquer forma, a etiqueta não deve desviar a atenção do prazer de comer bem.
Abraços e uma boa semana para você.

Anonymous said...

No Brasil, muitos descendentes de italianos usam colher para comerem macarronada, exatamente pelo motivo que você cita: seus ancestrais eram caipiras, portanto, não é a forma italiana, mas de caipiras italianos.
Manoel Carlos

Marco said...

Eu aprendi a comer macarrão com colher e hoje não consigo abandonar esse hábito. A Lu vive dizendo que isso é algo que só os caipiras italianos fazem e tira sarro até. Grande abraço

Georgia said...

Xiiiiiiiiiii! Entao meus descendentes italianos devem ser todos romanos, porque lá em casa todo mundo aprendeu a comer macarrao com colher e garfo.

Pizza com faca? É um caso sério e o marido já acostumou nesses longos dos 15 anos a me ver comer em qqr lugar a pizza com as maos, numa boa. No comeco ele ficava vermelho, quase me matava com um olhar e eu nem ai.
Pra mim pizza a pizza com garfo e faca nao tem o mesmo sabor.

Bom fim de semana

Ainoã said...

Engraçado isto de o romano ser visto como o caipira da Itália.
Minha vizinha italiana fazia a massa em casa...Macarrão italiano caseiro não tem igual!

Gi said...

Então vem o jeitinho brasileiro enrola, enrola, enrola o macarrão até ele ficar certinho e corta o que sobra com a faca hehehehe...acho que nunca fiz feio, mas já que comentou sobre a colher...vou fazer o teste ;)

Gaspar de Jesus said...

ALLAN
Portugal espera por si meu amigo.
se bem que eu acho mei dificil para quem vive nesse país que dizem ser de sonho, mas que ainda não conhêço.
Abç
G.J.

Anonymous said...

Usar a colher para ajudar a enrolar o macarrão está bem; enrolar o macarrão com o garfo no prato está bem. Comer pizza com as mãos está bem; comer pizza com garfo e faca está bem. Agora livre-me é de comer aquela folhona de alface inteirona !!! ==Al Face

ines bachiega said...

Assim como Lili Detoni, minha 'sorella' e companheira de viagem, não me incomodo com a opção de cada um na frente de um prato, mas gosto de educação à mesa e em todo lugar.O q me incomodou foi a textura do macarrão (mto mais duro do que imaginei) e com pouco molho...rsrsrs
Abraço
Inês

Anonymous said...

Oi Allan, eu nunca vi aqui em Roma (o na parte caipira propriamente dita, nei Castelli Romani onde moro, mora toda a famìlia e sempre vamos comer fora) nunca vi ninguèm usando a colher pra comer pasta. Aliàs, eu como um prato de pasta fora de casa nelle tavole calde nos meses em que trabalho tambèm... e nunca vi a ajuda da colher no prato de ninguèm. Acho que isso acontece mais pra baixo na Itàlia (porque na Sicìlia eu jà vi - UMA VEZ!)

Jà o guardanapo na gola da camisa (babador), eu mesma adoto - depois de respingar (pequenos respingos) de sugo nas minhas camisas comendo spaghetti (meu prato de pasta preferido) e vejo que as pessoas que o fazem, o fazem pelo mesmo motivo... Vc sabe, aqui todo mundo engravatado trabalhando em uffici pubblici o grandi società nào querem ficar com respingo de sugo na camisa, descombinando com a cravatta e a giacca... :)

Val :)

Annita Perla said...

Moro na Toscana, uma cidadezinha entre Florença e Pisa... ali aprendi a comer pizza com a mão, no começo achava falta de educação... mas já me acostumei e dificilmente uso garfo e faça (exceto se necessário).
Qto ao uso da colher... tem gente que usa e tem gente que não usa. Eu não uso, enrolo muito bem meu spagetti no garfo usando o prato. E tb nao preciso do "babador"... :)
Onde moro ainda é muito normal encontrar pessoas que fazem a massa em casa, o que é uma delicia!!
E como preferencia pessoal, não como frango nem camarão com a mão. Odeio ficar com o cheiro da comida nas mãos!

Ahhh, obrigada pela visita ao meu blog e parabéns pelo teu, muito útil! :) Abraços

Anonymous said...

Aqui em Roma soh mesmos os turistas estrangeiros usam colher para o macarrao... Já o "babador"... acabei de adota-lo para meu marido que 9 entre 10 vezes consegue manchar a camisa com molho. E olhe que ele nasceu comendo macarrao!

Magali na escuta said...

Pior é quem corta o spaghetti para colocar na panela!!! E qdo eu vou retrucar um sonoro NAAAAÃO!!! a pessoa responde... mas é que não cabe...

SANTA IGNORANCIA!!!

Acho que aprendendo a comer corretamente, não há necessidade da colher para enrolar o macarrão...

Adorei seu blog!

Sissym said...

Allan, voce tem razao.

Eu nunca me esqueço de quando adolescente ter ido a um restaurante classe A Italiano. Entao fui repreendida pq deveria aprender a comer de colher e garfo. Nada melhor do que os anos para aprender.

Quanto ao babador, eu nao uso, embora meio feio, dane-se isso, nao é?! evita respingos nas roupas.

Bjs

danusa said...

Dizem....que nos dias de hoje, comer massa longa com ajuda de colher, está sujeito a deportação.... pois é.... dizem.