Saturday, February 14, 2015

Informações sobre o Carnaval na Itália

Você realmente veio parar aqui procurando informações sobre o Carnaval na Itália? 

...Sério? 


Saturday, February 07, 2015

Trilha sonora italiana - Renato Carosone revisitado

Renato Carosone (1920 – 2001) foi um importante compositor, cantor, maestro e pianista italiano. Além de pintor.

Napolitano, compôs muitos sucessos que derrubaram as fronteiras do preconceito. O maior de todos: “Tu vuò fa l’Americano”, de 1956, música divertida cujo texto aparece abaixo na versão original (napolitano) e traduzido para o português.

Mais abaixo, o vídeo com a famosa canção (o vídeo oficial não está disponível na rede por questões de direitos de autor) e, mais abaixo ainda, a versão de 2010 da banda australiana “Yolanda be Cool” [Samuel L. Jackson em uma cena de Pulp Fiction: “Yolanda, be cool”.] Gosto muito do humor de Carosone, das canções napolitanos que compôs e da versão australiana, que faz juz ao grande Carosone e fez muito sucesso na Europa. E aí?

Tu Vuò Fa L'americano 

Puorte o cazone cu 'nu stemma arreto
 'na cuppulella cu 'a visiera alzata. 
Passe scampanianno pe' Tuleto 
camme a 'nu guappo pe' te fa guardà! 

Tu vuò fa l' americano!
 mmericano! mmericano
 siente a me, chi t' ho fa fa? 
tu vuoi vivere alla moda 
ma se bevi whisky and soda 
po' te sente 'e disturbà. 

Tu abballe 'o roccorol 
tu giochi al basebal ' 
ma 'e solde pe' Camel chi te li dà? ... 
La borsetta di mammà! 

Tu vuò fa l' americano 
mmericano! mmericano! 
ma si nato in Italy! 
siente a mme 
non ce sta' niente a ffa 
o kay, napolitan! 
Tu vuò fa l' american! 
Tu vuò fa l' american!

Comme te po' capì chi te vò bene 
si tu le parle 'mmiezzo americano? 
Quando se fa l 'ammore sotto 'a luna 
come te vene 'capa e di:"i love you!?" 

Tu vuò fa l' americano! 
mmericano! mmericano 
siente a me, 
chi t' ho fa fa? 
tu vuoi vivere alla moda 
ma se bevi whisky and soda 
po' te sente 'e disturbà. 

Tu abballe 'o roccorol 
 tu giochi al basebal 
' ma 'e solde pe' Camel chi te li dà? ... 
La borsetta di mammà! 

Tu vuò fa l' americano 
mmericano! mmericano! 
ma si nato in Italy! 
siente a mme 
non ce sta' niente a ffa 
o kay, napolitan! 
Tu vuò fa l' american! 
Tu vuò fa l' american! 
Tu vuò fa l' american! 

Você se crê Americano 
Usa uma calça com um brasão atrás, 
Um boné com a viseira levantada.
Passa desfilando por Toledo
Como um valentão querendo se mostrar.

Você se crê americano
Americano, americano
Mas porque você faz isso?
Você quer seguir a moda
Mas se bebe whisky e soda
Você só passa mal.

E dança Rock n' Roll
E joga baseball
Mas o dinheiro para os cigarros Camel
Quem é que te dá?
A bolsinha da mamãe!

Você se crê americano
Americano, americano
Mas nasceu na Itália...
Me escuta,
Não tem jeito,
Okay, napolitano.
Você se crê americano,
Você se crê americano.

Quem compreende o que diz
Se só fala meio americano?
E se faz amor sob a lua,
Como consegue dizer: "I love you".

Você se crê americano
Americano, americano
Mas porque você faz isso?
Você quer seguir a moda
Mas se bebe whisky e soda
Você só passa mal.

E dança Rock n' Roll
E joga baseball
Mas o dinheiro para os cigarros Camel
Quem é que te dá?
A bolsinha da mamãe!

Você se crê americano
Americano, americano
mas nasceu na Itália...
Me escuta,
Não tem jeito,
Okay, napolitano.
Você se crê americano,
Você se crê americano.
Você se crê americano.

.

Sunday, February 01, 2015

Clube das meias solitárias


Com a Bianca morando em Pavia por causa da faculdade, a vida social dela também mudou de cidade. Nem todos os fins de semana ela volta pra casa e, quando volta, nem sempre tem disposição para participar dos afazeres domésticos. Afinal, ela já tem que cuidar da casa dela em Pavia, fazer comida, lavar roupa... [a bem da verdade, o quarto dela na faculdade está sempre arrumado, limpo e muito organizado]. Numa dessas conjunções astrais raríssimas, do tipo que só acontece a cada novo big bang, ela recolheu a roupa do varal sem que ninguém pedisse. Dobrou cada peça e separou e dobrou cada par de meia. Como acontece vez ou outra, de algumas meias só aparece um pé. Algumas meias sem par permanecem vagabundando no fundo do cesto de roupa pra passar. Com um pincel atômico na mão, ela transformou uma sacola de papel de uma loja qualquer na sede do “Clube das meias solitárias”.

Parentes, amigos, ex-colegas de trabalho ou de escola, a velha professora, gente simpática com quem dividimos o balcão do bar em horas de bate-papo, a turma da praia, pessoas importantes em algum momento da vida... Sobram apenas lembranças e cada ausência é uma perda.

Durante toda a vida tomamos decisões sem conhecer o rumo das consequências. Esperamos que os nossos sonhos dêem certo, que a fila no trânsito ande mais que as outras, que o prato escolhido no restaurante seja o melhor, que o filme que assistiremos nos empolgue...

Ainda bem que a maioria das nossas escolhas erradas permanecem anônimas. Basta um sorriso e o vizinho da mesa ao lado vai achar que o seu prato realmente era melhor que o dele; um displicente comentário pseudo-intelectual e o pior filme vai parecer inacessível à parca inteligência dos outros; aumente o volume do rádio e cante junto: todo mundo vai achar que você não se importa com o trânsito; sonhos? Bah!, podemos sonhar sonhos novos sempre que quisermos. E se nada disso resolver, coloque as suas perdas no clube das meias solitárias. Companhia é que não vai faltar. 
.

Saturday, January 10, 2015

Thursday, January 01, 2015

Feliz Ano Novo!


Em preto e branco, meias cores ou colorido: não importa a sua visão da vida, 2015 será um ano estupendo!

Auguri!











Tuesday, December 30, 2014

Thursday, December 25, 2014