Saturday, October 20, 2007

T-Day - Dica de leitura

O amigo Fávio Prada, indignado com os políticos, decidiu propor uma ação para livrar-nos dos maus elementos que se apossam do poder e se recusam a buscar o bem comum. Tal indignação gerou um blog e, tornando a coisa mais séria, uma petição que pode – e deve – ser assinada on-line, por todos aqueles que não concordam com uma situação que promete mudar a cada eleição e continua, obstinadamente, a beneficiar os amigos do poder, qualquer que seja o político do momento.

Talvez seja a falta de prática, ou o que uma leitora chamou de “indignação de sofá”, quando as pessoas se mostram indignadas com os abusos mostrados pela tv, mas continuam ali, sentadas no sofá.


A minha pequena colaboração é uma sugestão de leitura. O livro “Chega de Babaquices”, do professor Robert I. Sutton recebeu um título pouco criativo em português. Em italiano, “Il Metodo Antistrozi” está muito mais próximo ao original “The No Asshole Rule”.

As dicas apresentadas permitem uma vida menos estressante e a manter distância de pessoas arrogantes. Praticando o método no dia-a-dia, fica mais fácil criar uma consciência que nos permitirá (quem sabe, um dia) a esclarecer aos políticos, definitivamente, quem trabalha para quem.








Não esqueça de assinar a petição.
.

5 comments:

Flavio Prada said...

Grande dica, valeu!

denise said...

Allan, costumo assinar petições , mas confesso que elas não surtem efeito no Brasil. A impunidade grassa esse país e o povo, iludido por promessas e faminto de tudo, mantém os mesmos políticos no poder. Mas , não podemos nos calar e ficar no sofá, certo.
Mandei-te email.
abraço, garoto

luma said...

Os indignados de sofá não adotam a prática política, justamente para não estressarem-se e manterem-se longe dos arrogantes. Mal sabem que alimentam os seus monstros.
Dica anotada! Beijus

Yvonne said...

Allan, já assinei a petição, mas acho que não vai surtir muito efeito. Beijocas

Claudio Costa said...

É difícil levantar-se do sofá, comprometer-se na ação: sonhamos sempre com a 'vitória certa' e, na dúvida, deixamos estar pra ver como é que fica. Por isso o Brasil tá andando pra trás, o mundo tá indo pro fim... mas corri lá e assinei a petição (n.28, o meu)e vou continuar a fazer o trabalho de formiguinha: açõeszinhas que podem fazer diferença. Quanto à dica do livro, vou ficar de olho!