Friday, September 08, 2017

Guia no Hawaí


Quinta meta mundial do turismo em 2015, a Itália recebeu mais de cinquenta milhões de turistas estrangeiros. Só para dar uma ideia do potencial turístico deste pequeno país, o Brasil recebeu em 2016 – ano dos Jogos Olímpicos – pouco menos de sete milhões de visitantes. Apesar disso, o turismo de casamento – wedding tourism italiano (entre outros segmentos), perde feio para o Hawai. Sim, o Hawai é muito mais que surf. E não só no verão: para um havaiano, 26 graus é um calor terrível e 24 graus é frio glacial. Primavera de doze meses.

Tudo isso para dizer que se você gosta de viajar, certamente o Hawai é uma das suas metas. E aqui vem a boa notícia: há algum tempo a  brasileiríssima Lucia Malla organiza viagens ao Hawai. O que há melhor que visitar um país com alguém que mora na região e a conhece bem? Não, a especialidade dela não é casamento, ela está mais para mergulho, passeios e surf, mas organiza a sua viagem com muita competência (até para casamentos, se esse for o seu caso). A Lucia é uma bióloga pesquisadora que vive em Honolulu e adora viagens, fotografia e eventuras. Muito simpática e inteligente, decidiu investir no que gosta. Mas talvez seja melhor deixar ela mesma explicar os objetivos e os porquês dessa empreitada:

“A empresa Zero CO Tours nasceu da necessidade de compartilhar ao vivo o sentimento havaiano de aloha, com qualidade e respeito ambiental. Queremos mostrar que fazer um tour ecoconsciente respeitando o meio ambiente é bem mais fácil que você imagina, sem recorrer a perrengues nem privações desnecessárias.

O nome da empresa é um trocadilho com “Zero CO2” dito em inglês, que é (ou deveria ser) o objetivo de todos nós: minimizar ao máximo nossas emissões de gás carbônico (CO2), principal causa das mudanças climáticas.  O CO2 é derivado principalmente da queima de combustíveis fósseis para geração de energia e produção de artigos de consumo da nossa vida em sociedade. “Zero CO2” diz respeito à meta de minimizar ao máximo as emissões adicionais, diretas ou indiretas, não provenientes da nossa própria respiração. ZERO de emissão de CO2: esse é o verdadeiro luxo de um passeio atualmente.




Na liderança da Zero CO Tours estou eu, LUCIA MALLA, bióloga, PhD em Biologia Molecular, e há 10 anos editora do blog Uma Malla pelo mundo. No blog, compartilho minhas viagens e reflexões sobre o mundo que nos cerca – principalmente o pedaço de mundo onde vivo e pelo qual sou apaixonada, o Havaí.
Achei meu lugar no planeta quando pisei no Havaí pela primeira vez, em 2002. E desde então, cada dia mais me apaixono pela cultura das ilhas, pelo jeito relax cheio de sorrisos e aloha das pessoas. Adoro principalmente a importância que dão ao mar e ao ambiente.

10 anos de blog instigaram o início dessa nova empreitada, para compartilhar esta paixão pelo Havaí com mais brasileiros (ou falantes de português) ao vivo e a cores – e em muitos tons de azul… Foi daí que nasceram os TOURS RECEPTIVOS COM A LUCIA MALLA. Quem sabe depois do passeio você também não sai apaixonado(a) por estas ilhas incríveis, levand0 para casa um pouco do espírito de aloha havaiano?

Acoplada a essa intenção, também me preocupo muito com os rumos ambientais do planeta, principalmente com as mudanças climáticas. Foi esta preocupação que ditou e ainda dita muito das minhas escolhas ecoconscientes no dia-a-dia – mas sem perder o bom senso. Valorizo o efeito formiguinha: nossas pequenas ações “verdes” do dia-a-dia podem – e devem! – colaborar para um planeta mais sustentável e bacana.
Por isso, quando decidi oferecer tours pelo Havaí, privilegiar o compartilhamento de escolhas ecoconscientes virou meta. Sendo os tours com a Lucia Malla, eles não poderiam ser de outra forma: sustentáveis, priorizando a qualidade ambiental na experiência das pessoas.

PASSEAR PELO HAVAÍ COM QUEM É REFERÊNCIA NO ASSUNTO E COM O MÍNIMO POSSÍVEL DE IMPACTO AO MEIO AMBIENTE: VAMOS LÁ?”

Se você ficou interessado e já começa a sonhar com o Havaí, deixo uma sugestão MUITO IMPORTANTE: Organize e reserve com o máximo de antecedência a sua viagem. Não de semanas, mas de meses. Europeus e norteamericanos costumam programar férias muito, mas muito antes que nós, brasileiros. O risco é não encontrar vaga naquele hotel luxuoso/charmoso/baratinho que você imaginou. Se você, por exemplo, estiver planejando ir no período das altas ondas para os campeonatos de surf – de novembro a janeiro – saiba que terá que se contentar, pois os melhores locais já estão reservados.

Portanto, não espere. Entre em contato com a Lucia Malla e…
…Aloha!

Contatos: 
Blog Pessoal: Uma Malla pelo mundo
Zero CO Tours: Zero CO Tours
--------------------------------------------

Fontes:
Turismo Brasil
Turismo Itália

. 

No comments: