Thursday, March 17, 2016

Os elefantes de Aníbal - Monumento à Batalha do Trebbia



Um dos maiores generais da história, Aníbal marcou sua passagem pela província de Piacenza por ter combatido aqui a “Bataglia della Trebbia” (o rio da região) contra o exército romano, após ter atravessado os Alpes com 37 elefantes, no ano de 218 a.C. 


Para recordar o advento, O Rotary Club dou ao município de Gazzola um monumento grande como um elefante, que já virou atração turística. Trata-se de uma obra em fibra de vidro cujo autor é identificado apenas como “uma empresa de Treviso”.


Tuna, distrito de Gazzola é onde se encontra o monumento, uma zona de lagos, rios, córregos e muito peixe (foi lá que eu e Seu Zé pescamos uma fieira enorme de trutas). Mas é, também, uma região muito movimentada, com uma discoteca vizinha ao monumento e um castelo – Castello di Rivalta – constantemente utilizado para eventos.

Aníbal (247 a.C.- 182 a.C.) foi o o estadista e general cartaginês por muitos considerado o maior tático militar da história, tendo liderado as forças cartaginesas na Segunda Guerra Púnica, contra o Império Romano que expandia suas fronteiras na África. 




Os geólogos Giuseppe Marchetti e Stefano Campagnoli estudam as hipóteses do local exato da batalha e indicam no mapa a possível localização onde teria ocorrido. Se você estiver na área, entre um jantar, uma festa e a discoteca, aproveite para apreciar o elefante de Aníbal, antes que uma outra guerra púnica aconteça.



2 comments:

Sissym Mascarenhas said...


Uau! Que historia interessante!

Coitados dos animais, sejam elefantes, cavalos ou camelos!

Bjs

Anonymous said...

tio,

esse cara era malvado com os bichinhos, né tio?

pedro luis