Saturday, April 25, 2015

Bookcrossing Blogueiro - 10ª Edição - Participei

http://luzdeluma.blogspot.it/2015/03/vem-ai-10-edicao-do-bookcrossing.html



Está ficando difícil...

Os livros da Bianca, não posso nem olhar: ela relê. Várias vezes. Apesar de ser uma leitora altamente voraz, ela usa muito o kinder dela. Não, esse é o ovo. Acho que eu quis escrever Kindler. Ou Kobo, sei lá. Sei que ela lê sem parar, quando não está fazendo um milhão de coisas diferentes. Mas lê muito; herança do método dr. Glenn Doman. Os da Luiza, ou ela já deu/emprestou para alguém, ou levou para Londres. A Eloá dificilmente compra livros, apenas troca ou pega emprestado. Os meus já foram quase todos, exceto livros técnicos – meus e do resto da família –, os livros em português e alguns livros que ainda não tive a coragem de lançar mão, como a coleção dos livros do Andrea Camilleri e alguns poucos.

O resto são livros de culinária, a coleção sheakspeareana, livros presenteados ou escritos por amigos e... Acho que é tudo.

De qualquer modo ainda tenho alguns para liberar, como os dois dessa edição. Foram atrasados, é verdade, mas foram. Tinha me organizado para liberá-los no último dia, anteontem, mas uma crise de rinite alérgica me impedia de respirar. Imagina se teria conseguido sair para liberar os livros! Para minha sorte (ao menos eu pensava assim) a Eloá tinha combinado um aperitivo em casa com algumas amigas da Luiza – que mora em Londres e não participou do aperitivo, é claro – e aproveitei para falr do Bookcrossing. Elas adoraram a ideia e uma delas se propôs a levar os livros e liberar no bar que ela e a irmã têm numa localidade da província, lá longe. Mas o papo tava fostoso e ela esqueceu os livros aqui.

 Resultado: saí hoje, sábado, para liberar os livros na estação de trem. Um deles é de Kafka, A Metamorfose e Cartas ao Pai; o outro é a biografia de um heroi nacional, Garibaldi, de Alfonso Scirocco. Toda cidade tem uma rua, avenida, praça, escola com o nome de Garibaldi. Em Piacenza tem uma rua Garibaldi e no vídeo que fiz após liberar os livros, vê-se uma praça com a estátua dele.

Enfim, boa leitura a quem os levou.
Ufa!
:)

3 comments:

Sissym Mascarenhas said...



Allan!

Foi muito bom poder participar assistindo ao seu video! :-)

Luma Rosa said...

Oi, Allan!
Você está cumprindo a proposta do Bookcrossing muito bem! Ela consiste em termos por perto apenas os livros que verdadeiramente amamos. Os demais... pra quê enclausurarmos?
Melhroras para você e obrigada por participar mais uma vez do BookCrossing Blogueiro!!
Beijus,

Anonymous said...

tio,
os livros já são uma viagem. de trem é uma viagem dentro da viagem.

pedro luis