Thursday, April 30, 2009

San Polo

Nesta terra de lugarejos é curioso como às vezes nem nos damos conta de que a vida é feita de detalhes. Detalhes do cotidiano impressos nas casas, nos hábitos, nas almas. Passamos de carro sem olhar, sem notar os pequenos símbolos que guiam a comunidade, que a mantém unida e faz de cada morador um defensor dessa união, uma parte da vida do lugar e não apenas um detalhe.


















































“Paulo, milagrosamente convertido ao cristianismo nas vias de Damasco, sofreu o martírio com são Pedro, em Roma, durante o império de Nero, no ano 64 d.C.
Esta igreja foi documentada pela primeira vez no séc. VXI, foi completamente reestruturada entre os anos de 1823 e 1875. Ao seu interno estão conservadas algumas pinturas interessantes: Nossa Senhora e santos do séc. VXI, a conversão de são Paulo, do séc. XVII e a Sagrada Família de Paulo Bozzini (1852). Notáveis as decorações de Alberto Aspetti e Nazzareno Sidoli (séc. XX).”





10 comments:

Segunda impressão said...

Tens razão, os detalhes estão em tudo mesmo e fazendo toda a diferença!
Adoro os detalhes de suas fotos!

Lunna Montez'zinny said...

Quem sou eu para falar de detalhes carissimo. rs
Cada vez que volto para casa descubro algo novo, que sempre esteve lá mas que passou por mim. BEijos daqui

A DONA DO MUNDO said...

BELO BLOG, QUANTO AOS DETALHES, ELES SÃO AINDA MENORES DO QUE PENSAMOS, MAS MOVEM O MUNDO

UM BEIJO, BOM FINAL DE SEMANA E PARABENS PELO BLOG

anamaria said...

visitar seu blog é sempre um passeio turístico, gastronômico e cultural pela Itália. Abçs.

Meire said...

Allan, eu sou muito detalhista, quero saber a historia de cada pedrinha.
Falando em Sao Paulo, nossa tipografia esta sobre a Via Appia Antica, e se Sao Paulo qdo levado ao martirio passou pela Via Appia, creio que passou aqui em frente...

Bjs

Marco said...

Ainda não conheço a Itália, mas pretendo chegar lá ainda esse ano.

luzdeluma said...

Os detalhes são ignorados quando ignoramos também a nossa sensibilidade. Restaurar o olhar, nos restaura a capacidade de nos sentirmos integrados aquele lugar e isto faz toda a diferença. Boa semana! Beijus

Daíza said...

As mimosas na segunda foto estão belíssimas! Um beijo

Claudio Costa said...

Os detalhes são a "alma" de qualquer lugar. Passar batido sem nos determos não é turismo, não nos dá a conhecer nada, apenas "cartões postais". Mas, às vezes, como diziam os velhos, "o diabo mora nos detalhes'.

Georgia said...

Eu sou muito curiosa em se tratando de estar num lugar pela primeira vez, procuro nao deixar passar nada.

Lindas imagens!

Abracos