Friday, June 27, 2008

Duas da madrugada


















O calor está sufocante. Não tenho um bom relacionamento com o ar-condicionado, mas quando entro no quarto fresquinho sinto um alívio e durmo bem. O problema é convencer a minha insônia crônica que ela deve deixar-me, que o nosso relacionamento acabou e que posso viver sem ela. É uma discussão longa e complicada. Aproveito para espiar a lua minguando na janela da sala...
.

14 comments:

Rafael Reinehr said...

Allan, como médico não posso prescrever uma medicação alopática para você pela Internet, ainda mais baseado em um post mas, sem dúvida nenhuma, posso lhe indicar um fitoterápico que talvez possas conseguir aí na Itália facilmente. Experimente tomar extrato seco de Passiflora incarnata, 100mg, um pouco antes de deitar. Deves ter uma indução do sono tranqüila sem efeitos adversos. Um abraço fraterno do frio de Santa Catarina.

Lunna Montez'zinny said...

Olha, o calor está realmente insuportável e eu nem gosto de calor. Mas ao menos não sofro de insônia, porque eu durmo as cinco da manhã e levanto ao meio dia. Vida boêmia a todo vapor (rs).
Allan, eu sou italiana, me divido entre São Paulo e Gênova (sempre).
Beijos meus

Georgia said...

Pois tá ai um mal que nao sofro: insônia.

Ao menos a tua insônia te fez fotografar essa lua linda!

Eu bato e durmo como pedra. Por aqui tá quente demais o que eu adoro, nao tenho nada a reclamar,rs.

Bom fim de semana

marcelo said...

Os excessos não são positivos, em princípio: muito calor, muito frio, muito sono, a ausência desse. Mas de todos se tira algo interessante, nem que sejam reflexões sobre a vida ou uma foto da lua que banha a Emilia-Romagna.

Por aqui, no sul do mundo, procuro dormir enquanto posso, porque dizem - terroristas ou não - que quando a Marina nascer isso vai acabar...

fraterno abraço!

evipensieri said...

Ah Allan!!

Aqui em São Paulo está tão frio ...
Hoje até acendemos a lareira.

O que eu queria mesmo era o calor ...


Bjs.
Elvira

Flavio Prada said...

Eu namorei uma garota que se chamava Sonia e naqueles tempos eu simplesmente eu adorava a insonia.
Abraços.

Ps. Como é, já está dando no couro?

Thiago Quintella said...

Vi seu comentario no Pras Cabeças e me deparei com grande coincidência! Também morei em Petrópolis e visitava Teresópolis, onde minha família tinha uma casa, e também por isso não pude me aventurar em pousadas. Lerei mais suas aventuras pela Bota, mas em relação ao convencimento da insônia, passe a chamá-la para escrever alguma coisa, com ou em ar-condicionado!hhehe abraços!

Anonymous said...

Allan, já sofri muito desse mal, já passei noites inteiras sem dormir. Terrível. Não sei de seus hábitos alimentares, mas consegui cortar minha insônia diminuindo o café ao longo do dia. No máximo até as 03 da tarde, e de preferência fraco. Abraços...Carlos Medeiros. http://gandeonda.blogspot.com

maray said...

a minha insônia melhorou deixando de tomar vinho a noite. Mas não recomendo pra ninguém, porque meu humor piorou muito :(

maray said...

Eu de novo! Só pra te comunicar que a vida tem ironias: cada vez que entro aqui, abre um pop up da sonico.com! :)

Magui said...

Existem uns parâmetros para quem tem dificuldade de dormir.É uma listinha boa.Eu tb não me dou bem com ar condicionado.Hoje em dia existem ventiladores silenciosos e eu os prefiro porque, por aqui, não é possível dormir no verão sem eles.

celecelestino said...

Ciao , quando facevo Yoga imparai che nel caso non si riesca a prender sonno è consigliato respirare solamente con l' addome , ovvero non espandendo il diaframma ...Tentar non nuoce ! Auguri

Camila Marinho said...

Náo sofro de insônia, graças a Deus...Mas essa lua aí até compensa uma noite em claro...

Glenda Dimuro said...

Moro em Sevilla, mais de 45 graus durante o dia, imagina o que sofremos pela noite...
Gostei do seu blog e estou te adicionando nos meus favoritos! ABraço!