Wednesday, October 11, 2006

Que Droga!

As autoridades italianas censuraram nesta terça-feira, 10 de outubro, uma matéria que iria ao ar no programa “As Hienas”. O jornal satírico, um formato comprado da Argentina, havia testado o suor de cinquenta parlamentares com um kit anti-droga. O resultado mostraria, de forma anônima, que um terço dos parlamentares italianos faz uso de substâncias dopantes.

Como a equipe de jornalistas usou de subterfúgio para a coleta das amostras, fazendo-se passar por uma equipe de tv a cabo, em que uma falsa maquiadora se incumbia de recolher o material com a desculpa de enxugar a testa dos políticos, o Curador da Privacidade vetou a matéria.

O circo está armado. Há quem defenda a liberdade de imprensa, quem condene a forma como os dados foram levantados e quem se dispõe a assinar uma autorização liberando a matéria, que, repito, seria divulgada sem informar nomes dos envolvidos, no mais completo anonimato.

Enquanto discutem a liberdade de imprensa, o direito à privacidade e os métodos da investigação jornalística, deixam de lado a questão fundamental: um terço dos parlamentares italianos se droga.

Ah, eu tô maluco!

15 comments:

Diego said...

Fiel ao pecado a contrição me amordaça: é anti-ético se interessar pela possível falta de ética que houve? Ou qual é a constrição?

Brasiliano said...

Le Iene è uma das poucas transmissoes que realmente vale a pena ver aqui na Italia, eu pelo menos detesto 98% da programaçao com exceçao de Dr. House, le iene, matrix e aquelas transmissoes de sabado a tarde onde mostram lugares bonitos, culinaria tipica e etc.
Mas para comprovar que os parlamentares italianos se drogam nao precisava nem do teste, basta dar uma lidinha na nova finanziaria....jà estao sacando a grana diretamente da minha conta corrente!!

Manoel Carlos said...

Uma dúvida: o que é se drogar?
Em média, as mulheres búlgaras bebem muito menos do que os homens búlgaros, mas muito mais do que os cachaceiros nordestinos, contudo os búlgaros, de ambos os sexos, a partir das 17 horas não bebem café, pois não conseguem dormir, ficam dopados. Eles ficavam malucos ao me verem beber café expresso tarde da noite.
Quanto ao seu comentário, eu também o achei ácido demais, mas o lamentável é que a realidade o supera.

Alline said...

E aqui no Brasil mais de um terço da população deve se drogar tb, para eleger quem elegeu...
HA!

Eu vi os jornais aqui do Brasil falando isso.

Beijos!

Capedonte said...

Se isso vira moda o Brasil vai ter resutlado surpreendente, pode parecer coisa de charlatão, mas tenho certeza dos resultados:

10% dos parlamentares se drogam.

O problema será descobrir que os outros 90% é que são uma verdadeira droga...

Ah... A política....

marcelo said...

Não gosto dos comentário do tipo "se fosse no Brasil", mas...

Se fosse no Brasil, só se drogando para suportar a política e seus personagens...

abraço

sandra said...

Uia, droga por droga... Tudo cara-de-pau! Ou seria cara-de-pó??

Beijos

Paulo Nunes Jr said...

Pois e' Allan,

Uma vergonha: a verdadeira receita de Pizza Napoletana. Mas a hipocrisia e' soberana e um principio fundamental.

Enquanto isso nos jornais suecos uma noticia virou escandalo porque o novo 1.o Ministro nomeou uma Ministra da Cultura que nao pagou durante anos um imposto compulsorio referente a TV publica, cerca de 200 euros por ano. O mesmo que tem aqui tambem pra subsidiar as RAIs, em torno de 100 euros.

Palavras do 1.o ministro:

"As culture minister you have to pay your television licence. It is very serious that she has not done so earlier and it is an error that must be corrected. I am also very disappointed that I didn't know about it"

Palavras da Ministra recem nomeada:

"I can only express regret over the most unfortunate facts that were uncovered yesterday. There is really no explanation. I have apologised to the heads of the public service organizations.

As Fredrik Reinfeldt did not know about this, it could be that he offered me this ministerial job on false grounds"

e no jornal de hoje, capa:

Ministros podem ser mandados a policia pra prestar esclarecimentos sobre o nao pagamento da taxa de tv publica.


QUE DIFERENCA! Imagina uma simples taxazinha no Brasil ou na Italia sem pagar, ainda mais de tv publica... passariam batidos. Uma bobagem.

Una società civile è ben qualcos'altra.

Ciao.

Sandrinha said...

Mas que Pó-blema, isto realmente cheira a coca-coisa de sério....

Só eles? cadê os zotro?


Beijusssssssss

Ana Maria said...

Eles consideraram álcool como substância dopante? Well, se a resposta for positiva, conheço um país onde o presidente da república seria reprovado nesse teste.

Cris said...

Pois eh Allan (e eu que achava que era a unica a escrever essas coisas em portugues, rsrs), deve ser questao de faro jornalistico. Entao eu jah vou avisando logo, que to escrevendo um texto sobre cafe e notas sobre a Festa de Cinema de Roma! hahaha Abs

marconi leal said...

Agora a gente entende como o Berlusconi ficou tanto tempo no poder, Allan...

sub rosa said...

Alla,
só você.
Claro que eu nunca ia saber disso, se não lesse você.
Uau!

Baci

Claudio Costa said...

Quem diria! Bem, mas talvez não seja tanta novidade. Afinal, se incluirmos como "substâncis dopantes" o álcool, o tabaco e os 'lexotans' da vida, não sobra um, meu irmão.

Biajoni said...

super idéia.
uns amigos de brasília tiveram a idéia de pegar um menino de rua, colocá-lo próximo ao congresso para pedir trocados. depois faríamos uma lista com o nome de cada parlamentar e quanto ele deu.
é uma boa idéia, vai dizer?
:>)