Monday, April 25, 2005

Ops!

Comentário do post abaixo:

"Allan,
Eu tb molhei as calças de tanto rir lendo o seu texto. Normalmente vc usa uma ironia sutil q poucos conseguem captar, dessa vez vc foi cínico e sarcástico. Colocar o presidente Ciampi como a rainha da Inglaterra mostra perfeitamente a inutilidade do cargo; confundir esquerda com direita é um clássico italiano; oferecer gato por lebre, – o vinho vagabundo – também; falácia não enche barriga. Vc mostrou ser capaz de manobrar sua indignação como poucos, enchendo seu texto de situações q expõem o ridículo da pantomímica política italiana. Parabéns!

Mas tem um porém: ficou parecendo papo de comadre. Quem não tiver intimidade com a realidade italiana não irá entender a ironia. Vc deveria ter deixado algumas dicas para q o leitor entendesse q a viagem a Milão não aconteceu, q vc não foi ao Scala, mas q a reeleição do Berlusconi foi real como vc detalhou. O risco, agora, é q os seus leitores (acostumados com o seu lirismo) entendam a cena como verídica. Pior: q eles pensem q a dona Eloá seja uma mulher de cutucões e q eles acreditem q um gentleman como vc realmente tenha ido ao Scala de camiseta! Fica a dica.
Abração,
Diogo."

Putz!

4 comments:

Denise Arcoverde said...

Hummmmmmm... mas esse aí não é o Mainardi, não, né?!

Reginaldo Siqueira said...

Pleno engano. O post é um delírio tropical embebido em reminiscências proustianas. Os elementos são tão reais quanto os elefantes cor-de-rosa. E no entanto podem acontecer a qualquer momento desde que você viva num dos países irmãos, Brasil ou Itália.
De real só tenho certeza da camisa do Brasil e dos merecidos cutucões de D. Eloá.

Roberta Febran said...

Sabe q parte que achei mais genial? O "putz", hahaha... Dio mio!

Felicia Luisa said...

De qualqer modo, eu estava certa: você PAGOU bo final, he, he:)