Thursday, December 27, 2012

O Feminicídio segundo Dom Piero Corsi

A Igreja Católica consegue fechar o ano de 2012 da pior maneira possível na Itália, graças ao padre Dom Piero Corsi, do vilarejo de San Terenzo, na cidade de Lerici, província de La Spezia, na região Ligúria.

Dom Corsi fixou no quadro de avisos na entrada da igreja, um manifesto que convidava à reflexão sobre um tema muito comentado atualmente: o “feminicídio”, a violência contra as mulheres. Já envolvido em outras polêmicas, o padre intitulou o manifesto com a seguinte frase em caixa alta: “AS MULHERES E O FEMINICÍDIO FAÇAM UMA SÃ AUTOCRÍTICA: QUANTAS VEZES PROVOCAM?”. No texto  Dom Corsi deu às mulheres a responsabilidade de alguns casos de homicídio, estupros e violências sexuais.

Após a denúncia das paroquianas – que abandonaram em massa a igreja local – a polêmica ganhou os jornais, o manifesto desapareceu do quadro de avisos e o padre pediu desculpas, afirmando que estava apenas exprimindo uma opinião pessoal. Mas repetiu a dose com os jornalistas, dizendo que as mulheres não devem provocar com roupas curtas os homens, violentos por natureza (segundo o padre), e afirmou não suportar a hipocrisia quando se fala em feminicídio. Nesta manhã (27.12.2012) teria surgido a notícia de que ele deixaria o sacerdócio, mas a notícia foi negada pelo próprio Dom Corsi.

Outras frases de Dom Corsi: “As mulheres caem na arrogância e se sentem independentes”; “Culpa da mulher que provoca com hábitos suscintos”; “Mulheres e meninas em hábitos suscintos provocam o instinto, façam um são exame de consciência: talvez foram elas que procuraram [a violência]”. Fica estabelecido: 1) A imbecilidade não tem limites; 2) Quem quiser exprimir a própria opinião pode fixar um manifesto na igreja de Dom Corsi.

Depois dos recentes escândalos da Igreja Católica, fica a impressão de que os inimigos decidiram implodir a instituição. Dentro eles já estão.

Leia as manchetes de alguns jornais italianos sobre o caso nos links abaixo:
AQUI
  AQUI
    AQUI
     AQUI
      AQUI
       AQUI
        AQUI
         AQUI
           AQUI
             ...

. 

15 comments:

denise rangel said...

Lamentável que alguém que deveria advertir o agressor, condenar a violência, atue como um incentivador dela. Transferir a responsabilidade da violência para a vítima é o fim da picada.
O mundo não acabou?
abraço, garoto

Anonymous said...

tio, ave maria, tio

pedroluis

Luma Rosa said...

Em que século vive Dom Piero Corsi? Para chegar a tal manifesto, sabido que não está sozinho. Que tipo de antro virou a igreja católica?

Inaie said...

Posso expressar a minha opinião aqui?
Eu concordo com ele. Concordo que ás vezes as pessoas provocam a reação das outras. e nesse exato momento ele está provocando em mim uma vontade imensa de enche-lo de porrada!!!
Eu gostaria mesmo que a Igreja o expulsasse. Se ele pedir prá sair, não vai ser a mesma coisa!
Além do mais, quem é que vai consguir ir á paróquia desse infeliz?
Outro dia tive uma discussão ferrenha com um cara que tem uma opinião parecida. Ele diz que as mulheres tem que parar de provocar. E a melhor resposta que eu li, foi a de uma amiga minha dizendo que as criancinhas também deveriam parar de provocar os pedófilos, andando por aí com suas carinhas inocentes...

Mas tem gente que não entende ironia, então a solução mais eficiente seria mesmo a santa Inquisição. Joga esse palhaço na fogueira...

myra said...

este padre é um imbecil!!!!e "retrogrado"!!!!
abraço, querido Allan

lili said...

A Santa Igreja Católica e seus pitacos medievais...Olha a Santa Inquisição aí, gente...

Nennafalchi said...

Esse padreco já andou aprontando feio. Tenho que concordar com você: os maiores inimigos da Igreja estão dentro dela.

Imbecilidade 1x0 Igreja

Georgia Aegerter said...

Mas olha, nao é só no meio da igreja católica que existe este tipo de escândalo nao. Por aqui uma grande firma de seguros pagava aos seus melhores empregados férias na Tailândia e com bordel e tudo incluido. Menininhas eram oferecidas para estes velhos alemaes safados.

Infelizmente o mundo está podre em muitas áreas porque as pessoas deixaram de ver o grande Amor de Jesus expressado na Cruz. Fizeram disso chacota, blasfémia.

Aqui os mosteiros católicos estao enfrentando problemas parecidos, só que nao foram as mulheres quem os provocaram e sim eles abusaram de criancas. De meninos que estudavam nestes mosteiros.

Eu acho é muito bom que isso está vindo a tona porque estes inocentes que foram abusados sexualmente tiveram que viver com este lado sujo em suas vidas. Nao conseguiram constituir uma familia, tiveram que viver fazendo terapias porque suas vidas quebraram. Que venha mais escandalos, tudo tem que ser desmascarado doa a quem doer.

Amei o que vc escreveu na Saia, obrigada por sua amizade.

Abracos na família e um 2013 abencoado.

Patricia Merella said...

Feliz ano novo.....

O Salto da Bota said...
This comment has been removed by the author.
O Salto da Bota said...

"la grandeza di ogni nazione si misura dallo stato sociale delle donne" (Benigni)

Anonymous said...

Duas coisas.
No Brasil é mais generalizada do que parece a interpretação de que a vítima é culpada, sobretudo no caso de mulheres.
Quanto ao processo citado por você, ele foi aberto em fevereiro do ano passado e arquivado este ano, por um artifício processual, a Justiça entendeu que as denúncias deveriam ser formuladas durante o mandato. Eu sou estúpido ou isto corresponde a total impunidade de ex-governantes?
Abração e grato pela indicação.
Tem um pequeno conto sobre ceia natalina lá, acho que você gostará.
Manoel Carlos

Sissym said...

Xiiii... lamentável. Mas infelizmente sempre tem um doido para falar ou fazer besteiras.
Acho que ele é um viajante do tempo, veio de 2 seculos passados e nao se encaixa na vida atual.

Bjs

Elvira said...

Oi Allan.

Ontem no Jornal do SBT passou uma reportagem sobre esse padre.
Um total idiota! E pensar que uma pessoa dessas pode ser o líder espiritual de uma comunidade
Deus nos livre!

Bjs.
Elvira

Geíza Bolognani said...

Diosanto! Que padre louco!!!