Saturday, August 06, 2011

A Itália é dos pernilongos


Chegaram a colocar a culpa no governo, na crise mundial e na penúria que o futebol italiano atravessa; disseram que se doparam sugando o sangue dos ciclistas [Giro D’Italia, Tour de France, etc.] e perderam o rumo; sugeriram uma complicada equação natural relacionada à redução da população das andorinhas, o que provocaria, automaticamente, a redução deles. A realidade é que é Verão e os pernilongos chegaram. Atrasados mas presentes. As únicas maneiras para escapar deles é retirar-se nas montanhas ou consumir muita vitamina B1.

Ouvi no rádio: “Dr. Fulano, os pernilongos se especializaram. Agora temos o Tigre, pernilongo que pica de dia, pernilongo que pica de noite, pernilongo que pica de manhã e à tarde, pernilongo que vive em ambiente com ar condicionado… Como funciona isso?”

Felizmente as andorinhas são muitas, como sempre.

8 comments:

myra said...

bom dia,bom sabado e Domingo, junto com as andorinhas:)
um gde abraço, amigo Allan!

Menina no Sotão said...

Carissimo, acho que isso é a nível mundial porque aqui em casa no verão foi um porre. Era pernilongo pequeno, imenso, pernas curtas, longas, com manchinhas, sem manchinhas. Dengosos, silenciosos, barulhentos e por aqui o que continua aos montes são os pardais. rs

bacio

Carla said...

o mau do verão! bju

Thais Miguele said...

Sabe que qando acontecer com a gente o que aconteceu com os dinossauros, os pernilongos é que vão dominar a terra, e todas as outras galáxias.

Roseane, said...

E haja repelente, e para todos os tipos.
Bjks e bom domingo!

maray said...

se vc não consegue combatê-los, una-se a eles! Eu não fiz exatamente isso, uma vez que não tenho saído por aí picando ninguém - embora vontade não me falte - mas já me acostumei, nesta sampa quase taboão cheia de pirajussaras, a dormir com eles me sugando e fazendo barulho. Aprendi que sou mais eu ;)
E vc, que já passou por rio, embu e salvador, já devia ter se acostumado, né não??

@deniserangel said...

Pois aqui eles povoam o ano inteiro. Afffe! Quanto às andorinhas, gostaria de vê-las mais vezes.
Ah, sobre as toalhas novas, a Luma mandou te dizer que já vendem-nas lavadas.
abraço, garoto

Sissym said...

Eu morava na Gavea, em andar alto. Nunca tive problemas. No terceiro mes morando na Barra eu contraí Dengue e quase fui hospitalizada de tão baixas que ficaram as minhas plaquetas. Dizem que tudo piorou aqui, em termos de aumento de mosquitos e afins, por conta das obras do Metro. É a resposta da natureza pela invasão do homem.

Beijos