Wednesday, September 01, 2010

Post novo no Faça

Escrevi um post sobre um argumento que tem ocupado a minha cabeça há muito tempo. Como o assunto não está diretamente relacionado com o que costumo escrever aqui, publiquei no Faça a Sua Parte, blog coletivo do qual participo.

Gostria muito de conhecer a opinião de vocês, minhas 4 ou 5 leitoras e 2 leitores. Podem deixar o comentário lá mesmo, apesar do comentário estar demorando para aparecer.

Grato e boa reflexão.

9 comments:

myra said...

oi, bom dia, nao entendi mto bem, mas quero te agradecer pelos teus comentarios, e te mandar um gde abraço por todos teus textos e projetos,

Roseane, said...

Tô indo lá...

Carol Sosa said...

Ok!
Vamos lá conferir...
^^

Anonymous said...

A necessidade de energia e alimento causa desequilíbrios de difícil equacionamento. Contudo não foi disto que você tratou.
Concordo com você que no momento o execerbado individualismo parece um caminho sem volta, mas "se a aparência explicasse a essência das coisas, toda ciência seria supérflua". Acredito que seja uma conjuntura desfavorável, também neste aspecto, como em tanto outros, que nos leva ao aprofundamento da crise de valores que vivemos, cuja superação provavelmente será com outros paradigmas.
Já sei, você deve me considerar um incurável e romântico otimista. Talvez seja.
Manoel Carlos

Marco said...

Acho que eu devo me considerar uns desses 2 leitores. kkkkkkkkkkk
vamos lá. Grande abraço

Ana Maria said...

Vou aproveitar para ler no feriado.

Meg said...

querido allan, não estou em condições de escrever, mas aranjei um jeitinho de vir aqui. Querido, o Festival de Veneza começou, meu Taranta bandleader:-) e eu sem melhoras de estado, faute de mieux, escrevi sobre o blockbuster de nossa querida Magaly. O nosso lar.
Conhecendo suas convicções a respeito, adorei o seu comment.
Esute uma coisa, ac eitaria meu convite para o Facebook? Lugar ótimo para divulgação, embora fugaz... enfim, vc vê.
E, querido, sei que estou perdendo, mas assim que puder, estiver em melhoríssimas condições, vou ler e opiniar:-) acabei de inventar esse verbo.
Um grande beijo

Meg said...

querido allan, não estou em condições de escrever, mas aranjei um jeitinho de vir aqui. Querido, o Festival de Veneza começou, meu Taranta bandleader:-) e eu sem melhoras de estado, faute de mieux, escrevi sobre o blockbuster de nossa querida Magaly. O nosso lar.
Conhecendo suas convicções a respeito, adorei o seu comment.
Esute uma coisa, ac eitaria meu convite para o Facebook? Lugar ótimo para divulgação, embora fugaz... enfim, vc vê.
E, querido, sei que estou perdendo, mas assim que puder, estiver em melhoríssimas condições, vou ler e opiniar:-) acabei de inventar esse verbo.
Um grande beijo

Lili Detoni said...

Querido amigo! Claro que fui lá ver seu post! Mais uma vez deixo claro minha admiração pelas suas palavras, pois concordo com sua linha de pensamentos e confesso que fiquei por algum tempo imaginando o mundo sem certas coisas... Vc acredita que tenho "esquecido" meu celular em casa pelo menos três vezes por semana?! É adorável sair e saber que nada irá interferir no seu prazer de simplesmente passear, olhar a paisagem e não ser encontrada! Quanto ao computador, o meu anda meio "caído" e ele acaba sempre me deixando na mão, sem comunicação total... Eu acho que conseguiria viver num mundo menos moderno. É isso, Allan. Abraço!
Lili.