Wednesday, February 08, 2006

Tá Explicado!

Políticos fumam maconha em frente ao parlamento italiano


(em italiano)


La Repubblica


Corriere Della Sera

5 comments:

Meiroca said...

ois è amigo...eu ouvi ele confessando...

Manoel Carlos said...

Vivemos uma contradição entre o politamente correto, as liberdades individuais, etc. e os limites impostos pela coletividade, a predominância dos costumes, etc.
Curiosamente, não há clareza sobre os males causados por cada tipo de droga, os efeitos das mesmas sobre o comportamento de quem as consome e todo este tipo de coisa; por isto, há muita subjetividade, inclusive na classificação entre drogas lícitas (álcool) e ilícitas.

Flavio Prada said...

O Fini tava nessa?

maray said...

Allan, meu amigo: por mim podiam até injetar na veia, desde que cumprissem suas funções e não roubassem descaradamente, como fazem aqui os nossos...Sou contra drogas em geral, e infelizmente, encabeçando minha lista, estão hoje os políticos conterrâneos!

Claudio Costa said...

Droga por droga... Quanto as "substãncias psicoativas", a humanidade sempre buscou uma forma de "viajar" para fora da realidade: vinho, inalações, chás de cipó e cogumelos... Em "Mal estar na civilização" Freud já analisava essa tendência do ser humano em buscar alívio na magia e nas drogas para enfrentar adversidades incontroláveis: a força da natureza, a consciência da morte, os conflitos internos...